Benefícios do Oléo Essencial de Breu Branco

Neste artigo vamos falar sobre as funções do breu branco. Chamado também de Incenso Brasileiro é uma árvore amazônica com até 20 metros de altura que libera uma resina branca muito aromática de sua casca. É assim que o óleo essencial é obtido por hidro destilação lenta. Conhecido localmente como Breu Branco, pertence à família das fragrâncias Burseraceae. Denominado Incenso da Amazônia, tem um aroma que lembra o Incenso, mas mais fresco, com uma ligeira fragrância cítrica.

Composição do Breu Branco

Sua composição química também é muito semelhante com o encontrado na Somália. Mas, enquanto o Incenso que conhecemos da Somália tem um aroma seco e empoeirado, seu primo brasileiro é fresco, limpo e vital. Dado o habitat muito diferente, isto é perfeitamente compreensível. Trata-se de um óleo essencial de aromaterapia de pura qualidade terapêutica, produzido a partir de plantas silvestres e métodos tradicionais do Brasil, obtido a partir da resina.

Existem dezenas de espécies de árvores da família Burseraceas que produzem diferentes qualidades de Breuzinho ou Breu. Mas é apenas uma espécie que produz a resina que conhecemos como “breu branco”, a mais aromática e com mais propriedades medicinais que as outras.

Variações do Breu Branco

Essa árvore fenomenal é encontrada na floresta amazônica e também em outras regiões do Brasil, como Minas Gerais, Bahia e Goiás, e em países como Suriname, Colômbia, Venezuela e Paraguai. É uma árvore de porte médio com nome científico de Protium heptaphyllum. Existem variações do breu branco. Popularmente, esta árvore também é conhecida como breu, breu branco campo, breuzinho, erva de bruxa, mescla, mirra brasileira, incenso e outros. Do seu tronco sai uma seiva branca, brilhante, de aroma inusitado e agradável.

Esta seiva é colhida há milhares de anos pelos povos nativos e utilizada em rituais de cura, cerimônias sagradas, para “afastar os maus espíritos” e também como remédio para a cura do corpo físico.

A Extração da Resina

O Breuzinho é como o povo das margens do rio e os índios da Amazônia carinhosamente o chamam. Quando os povos nativos sabiam que alguma doença havia assolado outras tribos vizinhas, instalavam um braseiro e queimavam a resina intensamente, até que uma cortina de fumaça dessa erva se instalava na tribo. Eles alimentaram a braseira com a resina por dias, até que o perigo de contaminação deixou de existir.

A extração da resina não implica no corte da árvore, o produto é extraído da mesma forma que a borracha é extraída da seringueira, e sua extração de forma correta estimula uma maior produção da resina na árvore.

Utilidades do Breu

Hoje, a resina Breu é utilizada em diversos setores da indústria, como a fabricação de vernizes, tintas, velas e amplamente utilizada em cosméticos, perfumes e também na fabricação de produtos de higiene. Grandes marcas e empresas de cosméticos são autorizadas pelo Conselho de Gestão do Patrimônio Genético a colher a resina na floresta amazônica, desde que realizada de forma sustentável, além de benéfica para as pessoas empregadas na colheita.

Muitas das propriedades medicinais e terapêuticas de Breu estão cientificamente comprovadas. A resina contém propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e proteicas (estudos e pesquisas realizadas pelo Departamento de Fisiologia e Farmacologia da Universidade Federal do Ceará).

Propriedades ou Benefícios do Breu Branco

Na medicina popular, as propriedades do Breu branco são indicadas para os tratamentos de asma, bronquite, sinusite, rinite, dores de estômago, mau funcionamento do fígado, problemas de memória, epilepsia, estresse, além de:

  • Fortalecer o sistema nervoso central;
  • É um oxigenador celular;
  • Concentração de Aids;
  • Na coordenação motora;
  • E acalma estados agitados.

A resina também é usada como incenso para limpar o ambiente espiritual, remove as energias negativas e deixa o ambiente harmonioso e saudável.

A Mirra Brasileira

O Padre José de Anchieta, ao celebrar sua primeira missa em solo brasileiro, utilizou a resina de Breuzinho em seu ritual e a chamou de “A Mirra Brasileira”, segundo informação fornecida pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – FioCruz. Assim, naquele evento essa resina foi consagrada como “O Aroma Esotérico Brasileiro”.

O Breu branco representa para o Brasil e para a América do Sul o mesmo que o Sândalo representa para a Índia ou o que a Mirra representa para o Oriente Médio. É uma das riquezas nobres que encontramos no coração do nosso país, na Floresta Amazônica. Sem dúvida, é onde estão os segredos da cura dos grandes males de nossa geração. A preservação deste tesouro é nosso dever.

Home

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *