Como Usar Óleos Essenciais na Gestação?

Neste artigo vamos falar  sobre como usar os óleos essenciais na gestação. É provavelmente seguro usar alguns óleos essenciais enquanto estiver grávida, desde que seja saudável e tenha cuidado com eles. Os óleos essenciais são substâncias altamente concentradas extraídas de plantas. Eles são poderosos, por isso é importante usá-los com moderação. Certifique-se de comprar óleos de alta qualidade de um vendedor respeitável.

Pode Usar Óleo Essencial na Gravidez?

Os óleos essenciais são usados em aromaterapia, que é uma terapia complementar. Os óleos contêm produtos químicos que podem ser absorvidos pelo seu corpo. Os óleos essenciais podem ser diluídos com um óleo base ou transportadora para massagem, ou colocar em um vaporizador para que você possa respirá-los. Uma vez dentro do seu corpo, os óleos essenciais funcionam da mesma forma que as drogas ou medicamentos. As moléculas de óleos essenciais são muito pequenas, então existe a possibilidade de atravessarem a placenta e atingirem a circulação crescente do seu bebê.

Não sabemos exatamente qual o efeito que os óleos essenciais podem ter num bebê em desenvolvimento. Estudos têm testado apenas óleos em animais, com resultados variáveis.

Precauções na Gestação

Use apenas uma gota de óleo essencial de cada vez. Tente não usar um óleo em particular por um longo período de tempo, como todos os dias durante várias semanas. Dilua o óleo essencial misturando a gota com pelo menos uma colher de chá (5ml) de um óleo base antes de adicioná-lo a um banho ou espalhe-o sobre a pele. Você pode adicionar gotas do óleo a um vaporizador, mas não o deixes por mais de 10 minutos ou 15 minutos em cada hora. Se o deixares por muito tempo, o cheiro pode ficar enjoado.

É melhor começar a usar óleos essenciais quando passar o primeiro trimestre. Se você usá-los no primeiro trimestre, sempre consultar um aromaterapeuta que é treinado no tratamento de futuras mamães.

Óleos Mais Seguros

Os Óleos que podem ser seguros para você usar. Enquanto sua gravidez estiver indo bem, é provável que você não tenha problemas para usar:

  • Óleos cítricos, como tangerina e neroli
  • Camomila alemã
  • Alfazema comum
  • Incenso
  • Pimenta-do-reino
  • Hortelã-pimenta
  • ylang ylang ylang
  • Eucalipto
  • Bergamota
  • Cipreste
  • Óleo de árvore de chá (sem mão-de-obra)
  • Gerânio
  • Hortelã

Evite os Seguintes Óleos:

Óleos que não são seguros para você usar. Não use os seguintes óleos essenciais enquanto estiver grávida:

  • Noz-moscada, que pode ter efeitos alucinógenos e reagir com medicamentos para aliviar a dor no parto.
  • Alecrim, que é pensado para aumentar a pressão arterial, e pode causar contrações.
  • Manjericão, que se pensa contribuir para o desenvolvimento anormal das células.
  • Jasmim e salva clandestina, que pode desencadear contrações.
  • Salva e rosa, que podem causar hemorragia no útero (útero).

Louro, angélica, tomilho, cominho, anis, citronela e folha de canela também devem ser evitados, pois podem estimular contrações. Há muita confusão sobre a segurança do óleo essencial de lavanda na gravidez. Isso porque a lavanda pode ser usada para regular períodos. Tenha certeza de que isso não significa que usá-lo na gravidez aumenta o risco de aborto espontâneo.

Outros Cuidados

Em algumas circunstâncias, é melhor se afastar dos óleos essenciais completamente. Não use nenhum óleo se:

  • Você tem uma história de aborto espontâneo
  • Você teve algum sangramento vaginal nesta gravidez
  • Você tem epilepsia
  • Você tem problemas cardíacos
  • Se tem diabetes, problemas de coagulação sanguínea, ou doença da tireoide, fígado ou rim

É sempre uma boa ideia falar com o seu médico ou parteira antes de usar óleos essenciais.

Home

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *